teste minha imagem
Google+

Dica Nível Básico

Aprenda a fotografar em HDR

Muitas fotos têm detalhes incríveis que podem passar despercebidos por nossos olhos ou ficam perdidos por não terem o destaque certo nas imagens.

São justamente esses detalhes que a fotografia em HDR valoriza.

HDR é a sigla para “High Dynamic Range”, que significa “Grande Alcance Dinâmico” em português. Essa técnica consiste em exibir a iluminação ideal de todos os pontos de uma foto, ou seja, locais escuros e claros de uma imagem são igualmente valorizados.

Nada fica subexposto – quando a fotografia está escura – ou superexposto – fotografia exageradamente clara. Tudo é exibido em sua melhor iluminação.

Isso acontece devido ao modo de realização da técnica: fotos de diferentes exposições são mescladas, gerando apenas uma fotografia com os melhores detalhes de cor e luz em todas elas. Dê uma olhada no exemplo abaixo.

 HDR


Repare como a foto tem cores bem definidas e vivas. Além disso, a ótima nitidez mostra como todos os elementos estão bem expostos na imagem.

COMO FAZER O HDR

Como citado anteriormente, para realizar uma foto em HDR é necessário registrar várias imagens de idêntico enquadramento, mas com exposições diferentes.

No exemplo que estamos utilizando, aplicamos três fotos: uma mais escura ou subexposta, outra ideal e a última mais clara ou superexposta.

Veja os exemplos abaixo:

 -1

 

Normal

 

 

Observe como as fotos têm diferentes relações de iluminação.

Vale ressaltar que todas as imagens que compõem uma fotografia em HDR devem ter exatamente o mesmo enquadramento, pois, como estamos lidando com a mescla de várias imagens, caso haja desigualdade o resultado não terá boa nitidez ou definição de cores. Inclusive, podem surgir os indesejados “fantasmas” – borrões causados por assuntos que se movem.

Por isso, geralmente as fotografias em HDR são de paisagens ou lugares estáticos, pois esses cenários não exercem movimentos intensos enquanto acontece a captação das imagens.

A escolha do número de imagens está muito associada ao gosto do fotógrafo, pois, quanto mais fotos utilizar, mais contrastado e detalhado será o resultado. Também, quanto maior for a distância entre os pontos de exposição no fotômetro, mais vívida e intensa será a foto final.

Ao garantir todas as imagens, o fotógrafo deve mesclá-las e criar uma só. Famosos softwares de edição de imagens têm esse recurso disponível, que é fácil de utilizar, com ótimos resultados.

Lentes

As lentes mais recomendadas para fotografias de paisagens e grandes amplitudes são as grande-angulares. A Canon tem diversas opções de lentes desse tipo, como a Canon EF-S 10-18MM F/4.5-5.6 IS STM, a Canon EF-S 10-22MM F/3.5-4.5 USM, a  Canon EF 16-35 F/2.8L II USM e a Canon EF 17-40MM F/4L USM são bons exemplos. Essas objetivas têm a capacidade de captar grandes ambientes por causa de sua distância focal.

Você pode saber mais sobre lentes grande-angulares clicando aqui.

 

HDR na T5i

A Canon T5i tem uma ótima ferramenta para fotos em HDR.

Este recurso gera três fotos automaticamente, mediante a programação da quantidade e diferentes exposições. Os disparos da câmera são sequenciados e evitam o risco de diferença de cenários entre as fotos. Ele está totalmente acessível no menu da Canon T5i. É só acessar, programar e garantir perfeitas fotos em HDR.

Para fazer as fotos que montarão o HDR, siga os seguintes passos em sua Canon T5i:

- Acesse o menu e selecione a segunda câmera, que simboliza as opções de configuração de foto;

- Selecione a opção “Compensação de Exposição/AEB” com o botão “set” ou diretamente no monitor touch LCD;

- Você definirá a exposição de suas fotos automaticamente ao utilizar a roleta dial (a mesma que altera a exposição e o diafragma); surgirá um segundo medidor apontando a diferença entre as fotos;

- Ao definir a exposição das fotos, pressione “set”.

Veja o exemplo da imagem abaixo.

Foto: Canal PhotoRec Toby/Youtube

 

A câmera fotografará três vezes com três exposições diferentes.

Para fotografar, basta pressionar o botão de disparo continuamente até que a câmera registre três cliques.

Pronto! Você tem as três imagens com diferentes exposições prontas para serem mescladas.

Agora é só soltar a criatividade e fazer belas imagens. Aproveite!

Comentários

Deixe seu comentário
Aline Souto de Paiva

Tem alguma dica ensinando a fazer a edição das fotos no photoshop?

Oi, Aline! Ainda não, mas a anotamos a dica. Fique ligada no Canon College e não perca nenhuma novidade. ;)

Bruno Santtos

Simplesmente amei a dica!

Luiz Gustavo Monteiro

Muito bom! Bem explicadinho! Essa ferramenta da T5i dá uma grande facilitada.

Mayara Santos

Maravilha!!! Vou tentar <3