teste minha imagem
Google+

Blog 12.09.2016

Fotografando formas na cidade

Tento explorar o máximo que posso dos lugares, sempre com o objetivo de mostrar as formas e belezas de onde vou. Normalmente, carrego minha câmera comigo e uso técnicas como panning, longa exposição e regra dos terços para trazer o resultado que procuro às minhas fotos.

 (Canon EOS 5D Mark III - 1/400sec - f/2.8 - ISO200 - EF 20mm)

Fotografar a rua é uma junção de duas paixões: a fotografia e a arquitetura urbana. Desde pequeno andei muito pelas ruas de São Paulo, lugar onde nasci e vivo. 

A fotografia é uma paixão que nasceu a partir dos meus pais. Meu pai é um grande apaixonado pela fotografia e minha mãe é minha maior fonte de inspiração e incentivo. 

 (Canon EOS 5D Mark III - 1/30sec - f/2.8 - ISO3200 - EF 20mm f/2.8 USM)

Comecei a fotografar há três anos com a ajuda de dois grandes amigos (Alan e Gianfranco). A rua proporciona milhões de possibilidades de imagens, desde a arquitetura urbana até a retratação de diferentes modos de vida e pessoas. Foi nela, a rua, que encontrei o que mais gosto de fazer. Tento sempre mostrar a minha visão de mundo para as pessoas. 

Minhas grandes inspirações são fotógrafos como @13thwitness, Garry Winogrand, Paul Strand, Antonio aka @Kostennn e Guilber Hidaka. Gosto de ver e acompanhar o trabalho deles diariamente. Vale a pena conferir o trabalho desses fotógrafos. Se puder, dê uma olhada. São ótimas referências.


(Canon EOS 5D Mark III - 5sec - f/6.3 - ISO200 - EF 20mm f/2.8 USM)

Utilizo muito velocidades baixas e o grid da câmera. Gosto de explorar a pós-produção das imagens trabalhando bastante as cores e linhas. Em minha opinião, a pós é algo muito importante na produção de uma imagem. Além da técnica fotográfica e de sempre buscar melhores ângulos e equipamentos para suas fotos, procure buscar informação sobre pós-produção. Um bom fotógrafo também deve passar por essa etapa, que ajuda a definir sua identidade fotográfica.

Normalmente, procuro mesclar tudo que gosto em minhas fotos. Sempre fico atento às linhas que a cidade tem e tento casá-las com o máximo de elementos existentes no quadro. Procuro sempre juntar linhas, cores e formas em cada clique. Quadrados e retângulos são as formas que mais procuro, podendo assim tanto explorar diversas formas de uso delas como criar molduras usando o próprio cenário. E dessas formas a cidade está cheia: o trilho do metrô, as linhas dos prédios, o calçamento das ruas, as luzes das luminárias, as placas, os anúncios, etc.


(Canon EOS 5D Mark III - 1/80sec - f/2.8 - ISO1250 - EF 20mm f/2.8 USM)

Se você quiser fotografar formas na cidade, acho que a principal dica é aguçar o olhar para elas e encontrar o ângulo e equipamento certos para fotografá-las.

Tento enquadrar o maior número de linhas retas em minhas fotos. Formas como quadrados e retângulos são os pontos que mais observo para ter o resultado que procuro. A cidade proporciona facilmente isso, com prédios, postes e a própria rua.

Sempre componho minhas fotos trazendo os principais elementos no centro da imagem. A regra dos terços me ajuda muito quando quero trazer mais de um elemento de atenção em minha foto. Gosto sempre de observar o lugar que vou fotografar para assim conseguir tirar o melhor que posso daquilo.

Atualmente uso duas câmeras: uma Canon EOS 5D Mark I e uma Canon EOS 5D Mark III, com as lentes EF 50mm f/1.4 e EF 20mm f/2.8.

A EF 50mm me proporciona um desfoque fantástico. Dá para brincar bastante com bokehs, aproveitando a gigante quantidade de luzes que a cidade grande proporciona.

A EF 20mm, por ser mais “ampla”, me ajuda a trazer uma quantidade maior de elementos à foto, e a abertura f/2.8 ajuda a trabalhar durante a noite ou em ambientes escuros.

 (Canon EOS Rebel T3 - 1/40sec - f/4.5 - ISO400 - 10mm)

Raramente uso equipamentos de luz em minhas fotos. Utilizo o máximo que consigo da luz da rua, aproveitando iluminação de postes, néons de estabelecimentos e, quando fotografo durante o dia, a própria luz natural.

Uma dica bacana para quem gosta de fotografia urbana é aproveitar o máximo dos lugares.

Fotografar na rua é algo prazeroso, porém é necessário ter cuidado.

Vale ficar sempre atento ao que está rolando ao seu redor antes de deixar o equipamento à vista. Quanto menos notado você for, melhor é.

Uso o Instagram para postar o que faço: instagram.com/julioneryy. A fotografia é grande parte de mim e de minha vida. É o que mais gosto de faz

Publicado por: Julio Nery Categoria: Inspire-se

Comentários

Deixe seu comentário
Heneide Sgarbi Lolo

Otimas fotos!! Adoro fotografar rua e linhas nelas. Vou seguir você.

Ficamos felizes que você gostou, Heneide! :)